Gravidez Psicológica – como tratar, se atrasa a menstruação e exames

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames



A gravidez psicológica é um problema emocional que está muito interligado ao desejo da mulher ser mãe e também naquelas que tem receio de  engravidar. Embora haja a inexistência do feto dentro do útero, o distúrbio pode desencadear transformações físicas no corpo feminino.

Os sintomas de uma gravidez psicológica tendem a ser muito parecidos com uma gravidez de verdade envolvendo crescimento das mamas, ausência da menstruação, aumento da barriga, náuseas, produção de leite e bastante sonolência.

De uma forma impressionante, algumas mulheres relatam que podem sentir o bebê mexer dentro da barriga. De acordo com especialistas, algumas patologias como a depressão também podem desencadear o problema.

Tratamento para gravidez psicológica

No Brasil houveram inúmeros casos de gravidez psicológica que foram diagnosticados inclusive em hospitais, na hora do parto. De uma forma impressionante, existem mulheres que conseguem levar até o fim, pois de fato acreditam estarem grávidas e se recusam questionar.

A gravidez psicológica é um caso raro, pois a cada 10 mil mulheres, 1 poderá passar por isso. Pode acontecer em todas as classes sociais, entretanto, é mais recorrente na classe baixa que não possui muitos recursos médicos,  por isso, algumas mulheres conseguem levar a falsa gravidez até o fim.

Quando o problema acontece em mulheres de classe média e alta, é rapidamente diagnosticado nos primeiros meses devido a busca de avaliação médica.

O tratamento para a gravidez psicológica envolve a descoberta das causas do problema e do acompanhamento de um psicólogo, psicoterapeuta  ou psiquiatra.



Em alguns casos, são necessários medicamentos para tratar os sintomas como menstruação desregulada, produção de leite e depressão.

A gravidez psicológica atrasa a menstruação?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

A gravidez psicológica atrasa a menstruação, talvez esse seja o primeiro sintoma sentido pela mulher e que leva ela a acreditar que de fato está esperando um bebê.

À partir desse primeiro sintomas, começam a surgir outros como:

  • Náuseas
  • Excesso de sono
  • Crescimento da barriga
  • Desejo por algum tipo de alimento
  • Produção de leite
  • Sono
  • Fadiga

O corpo responde com essas alterações devido a produção hormonal que é totalmente gerada pelo psicológico. A única forma de detectar que não se passa de uma gravidez psicológica é realizando ultrassom e outros exames.

Em algumas mulheres, isso é detectado logo nos primeiros meses, no entanto, em alguns casos, a gravidez psicológica segue até o final porque a mulher não procurou um médico ou simplesmente, não teve recursos para isso.

A gravidez psicológica dá exame de sangue positivo?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

Existem alguns relatos de mulheres que afirmam que o teste de gravidez de farmácia deram positivo na gravidez psicológica. Entretanto, especialistas discordam e afirmam que tanto o teste de farmácia como o exame de sangue devem dar negativo.

A recomendação é procurar o posto de saúde para agendar consulta médica, desse modo, ele vai solicitar os exames completos como: Sangue, urina e ultrassom.  Nesses casos, não existe possibilidade de errar no diagnóstico.

É importante que a mulher faça isso logo no primeiro mês que começar a sentir os sintomas, o quanto antes der atenção, maior são as chances de cuidar da saúde.

A gravidez psicológica deve ser tratada o mais rápido possível antes de gerar mais dor para a mulher que acredita estar esperando um bebê. O apoio da família é fundamental para conseguir superar esse problema emocional.

A barriga cresce na gravidez psicológica?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

A barriga cresce na gravidez psicológica, de uma forma impressionante isso realmente pode acontecer. Além disso, sai leite das mamas e a mulher  tende a sentir todas as dores de uma gestante real.

Muitos médicos relatam casos de mulheres com gravidez psicológica que chegam ao hospital para dar a luz, sentindo todas as dores do parto e quando exame de ultrassom é realizado, é comprovado que não existe feto dentro do útero.

Os profissionais da saúde afirmam que algumas mulheres que passam pela gravidez psicológica possuem todas as características físicas de uma mulher gestante, especialmente o abdômen avantajado.

Mas, por que a barriga cresce na gravidez psicológica?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

O fato realmente é bastante curioso, inclusive a gravidez psicológica já foi tema de filmes e novelas e na vida real acontece mais com mulheres na faixa etária de 20 a 35 anos.

O útero na verdade não muda de tamanho já que não há nada dentro dele. O que ocorre é uma distensão abdominal causado pela reação involuntária da mulher de engravidar e ver sua barriga crescer.

Devido  a programas como o pré natal, são raros os casos que a mulher consegue levar a gravidez psicológica por muitos meses, salvo aquelas que não buscam ajuda médica.

Como diferenciar a gravidez psicológica da real?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

A gravidez psicológica tem até um nome, se chama Pseudociese, uma condição estimulada pelo sistema neuroendócrino que podem ser originado pela ansiedade e pressão da sociedade e da família.

A questão é que esse sentimento pode agir no hipotálamo e desregular a produção hormonal enviando sinais aos  órgãos reprodutores para conduzirem os sintomas de uma gravidez real, fazendo com que o corpo simule a ausência menstrual, náuseas, sono e outras reações iguais de uma gestante.

Devido a isso, fica muito difícil diferenciar uma gravidez psicológica de uma gravidez real. Somente exames de sangue e de ultrassom poderão diagnosticar se a mulher está de fato, grávida.

Apesar da gravidez psicológica estar relacionada mais as mulheres, os homens também podem sentir os efeitos desse problema, especialmente se eles estiverem muito conectados com a gravidez de sua parceira.

Mesmo que para os homens seja impossível engravidar, eles também pode sentir sintomas de náuseas, tonturas e desejo por algum alimento em específico na fase de gestação da mulher.

Como evitar a gravidez psicológica?

Gravidez Psicológica - como tratar, se atrasa a menstruação e exames

A gravidez psicológica pode causar muitos efeitos negativos na auto estima feminina, em especial, para aquelas que desejam muito engravidar e não conseguem depois de inúmeras tentativas mal sucedidas.

Por isso, para as mulheres que estão fazendo tratamento para engravidar ou que já tiveram aborto espontâneo os especialistas recomendam que a mulher tente se distrair, ter outros projetos de vida, não somente se dedicar exclusivamente na gravidez.

É essencial controlar a ansiedade e evitar pensar que qualquer sintoma pode ser decorrente de uma gravidez. É preciso ter consciência que muitos fatores podem atrasar a menstruação, dentre eles o estresse.

Atividades para reduzir a ansiedade e estresse são recomendadas, especialmente a meditação, natação, caminhada, ioga e a hidroginástica.

Para evitar a gravidez psicológica e gerar expectativas exageradas é indispensável consultar um médico assim que perceber sintomas diferentes no organismo.

Para as mulheres que estão em fase de tratamento para engravidar, é recomendado buscar acompanhamento psicológico durante todo o planejamento da gestação. Isso também vale para aquelas que já tiveram abortos espontâneos e também para quem tem medo de ser mãe.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *