Tabela Menstrual – calendário, como calcular sua menstruação, tabelinha de ciclo e calculadora




A tabela menstrual é um dos métodos muitos utilizados para calcular a chegada da menstruação e o período fértil. Antigamente, muitas mulheres faziam uso dessa estratégia para saber quando estavam ovulando, desse modo era possível planejar ou evitar uma gravidez.

Embora seja uma prática muito usual entre as mulheres do mundo inteiro, algumas não sabem usar a tabela menstrual para calcular os períodos do ciclo. Acompanhe mais informações à seguir:

Tabela menstrual e o período fértil

Tabela menstrual e o período fértil

A tabela menstrual nada mais que um exercício de autoconhecimento que todas as mulheres deveriam ter sobre o seu próprio organismo, pois é através da observação do ciclo menstrual que é possível entender todas as fases da ovulação.

Mulheres que não possuem ciclos regulares não podem usar a tabela menstrual para evitar a gravidez, pois os dias de ovulação podem alterar e a riscos do método não funcionar são altos.

O primeiro passo é anotar o primeiro dia da sua menstruação nesse ciclo,  à partir daí, acompanhe:

  • Do 1º ao 7º você está menstruando;
  • 7º começa os novos preparativos para que o óvulo seja fecundado, é por isso que à partir do 7º até o 11º dia, o útero começa a ganhar um revestimento que vai servir de abrigo para o óvulo fecundado;
  • 14º dia o óvulo é liberado para o útero e ele fica lá, esperando o espermatozóide chegar, esse é o período fértil que acontece bem na metade do seu ciclo menstrual. Alguns especialistas frisam que é preciso ter cuidado 5 dias antes desse dia e 1 dia depois para que não ocorra a gravidez;
  • Se o óvulo não for fecundando nesses dias, então o organismo começa a se preparar para eliminar o revestimento do útero através da menstruação. É nesse período que ocorre a TPM (Tensão Pré Menstrual), justamente porque a dança dos hormônios no organismo feminino começa, caso o óvulo for fecundando, a gravidez está à caminho;

Em resumo, a faixa da tabela menstrual entre  11º ao 16º  são os dias férteis da mulher, por isso há mais chances de engravidar.

Mulheres com ciclos irregulares podem ter os dias da ovulação alterados, por isso, é importante redobrar a atenção se realmente quiser testar a tabelinha.



Como calcular o próximo ciclo com a tabela menstrual?

Para quem quer evitar uma gravidez ou até mesmo engravidar é importante saber quando é a próxima menstruação. Entretanto, esse cálculo somente dá certo para mulheres com ciclo menstrual regular.

Para calcular a próxima menstruação, é essencial saber responder as seguintes questões sobre a tabela menstrual:

  • Quando foi a última menstruação ( dia exato que começou)
  • Quantos dias durou?
  • Qual é a duração do seu ciclo?

Através dessas perguntas você consegue calcular os dias exatos da próxima menstruação. A conta ficaria assim:

  • Digamos que sua menstruação foi no último dia 12
  • Durou 5 dias
  • Seu ciclo é de 25 dias
  • A sua próxima menstruação começa no dia: 6 e vai até o dia 10 do próximo mês levando em conta um calendário de 31 dias.

Você pode usar essa CALCULADORA online para ter os resultados mais rápidos: https://www.alwaysbrasil.com.br/pt-br/calendario-menstrual

Benefícios da tabela menstrual

Benefícios da tabela menstrual

A tabela menstrual é muito benéfica para as mulheres que possuem um ciclo menstrual regular que deve estar dentro de 21 a 35 dias. No entanto, para aquelas onde o ciclo é muito volátil e varia de mês a mês, esse método pode falhar.

As principais vantagens de usar o método do calendário ou da tabelinha como é conhecido são:

  • O autoconhecimento e a percepção de fertilidade, pois a mulher começa a notar as mudanças do organismo de uma forma mais cuidadosa;
  • Entendimento de quando é a TPM para buscar medidas naturais para se prevenir dos desconfortos;
  • Conhecendo a tabela menstrual é possível programar compromissos como: Viagens ou encontros românticos;
  • A tabelinha dispensa o uso de métodos hormonais, entretanto, mantém a necessidade de usar preservativo para evitar doenças sexualmente transmissíveis;
  • Não possui efeitos colaterais, pois é uma estratégia 100% natural;
  • Pode ser um método eficaz para mulheres que possuem um calendário regular;
  • É simples, basta ter atenção para controlar o período fértil;
  • Se a mulher quiser evitar a gravidez, é preciso atenção redobrada nos dias férteis, o uso de métodos de barreira é requerido;
  • Para aquelas que querem engravidar, o conhecimento da tabela menstrual é uma oportunidade certeira, pois é possível prever a faixa do mês mais fértil e ter relações nesses dias;

Riscos de usar a tabela menstrual (tabelinha)

riscos da tabela menstrual

Usar a tabelinha como método contraceptivo não é indicado para todas as mulheres, principalmente as com Menstruação Desregulada e as que não são disciplinadas para fazer anotações de seus últimos períodos.

O cálculo usando a tabela menstrual é baseado no período fértil, ou seja, na liberação do óvulo que pode ocorrer lá pelo dia 14º do ciclo, contudo, essa data pode variar, inclusive mencionamos acima uma margem de uns 5 dias antes e 1 dia depois.

Alguns especialistas sugerem um risco confiar na tabelinha, já que os espermas podem sobreviver fora do corpo masculino por até 3 dias, ou seja, se o seu período fértil é marcado para ser no sábado e você tiver relações sexuais desprotegida na quarta-feira, poderá engravidar.

Esses riscos da tabelinha existem porque a maioria das mulheres não tem um ciclo menstrual regular, para aquelas que possuem, as chances de dar certo são excelentes, especialmente para algumas que conseguem sentir quando estão ovulando.

Por isso, o mais indicado para quem quer usar a tabela menstrual como forma de prevenir a gravidez é fazer um acompanhamento de 6 meses do  calendário menstrual para entender como funciona o seu ciclo.

Existem muitos relatos de que a tabelinha dá certo para muitas mulheres há muitos anos, por outro lado, há quem engravidou usando esse método. São inúmeras variáveis que podem definir o sucesso do método, portanto, se a mulher não tem plena certeza que vai conseguir controlar sua tabela menstrual, é melhor usar outra estratégia de contracepção.

Vale lembrar que além da tabela menstrual, outros métodos podem ser arriscados como: O coito interrompido e a pílula do dia seguinte.

O coito interrompido é a retirada do pênis da vagina na hora da ejaculação  e  a pílula do dia seguinte é ingerida em até 72 horas após o ato sexual. Ambos, apresentam falhas e podem resultar em uma gravidez indesejada.

Nos casos onde a mulher não possui segurança no uso da tabela menstrual como método para não engravidar, é importante escolher outras formas para evitar. No entanto, entender o calendário e saber exatamente como o organismo funciona pode ajudar em outras questões da saúde íntima.



 

Descubra mais sobre os Ciclos Menstruais: